The Rainbow Nation is alive.

6 Dez , 2013  

The Rainbow Nation is alive. Memorial a Madiba na Universidade do Cabo, África do Sul. Cheguei ontem, já tarde, à universidade que me acolheu cinco anos. Foi aqui que escrevi o meu doutoramento. Foi aqui que passei horas, dias e meses e anos a ler e a escrever sobre política em África. Ontem regressei e dormi na residência para os professores convidados. Ao contrário dos anos que aqui passei, ontem estava sozinha num edifício no meio do campus. Apesar de ser verão, fazia frio e vento. Recebi uma mensagem com a notícia. Fui ao corredor e só encontrei o segurança que chorava. Um homem de idade. Tal como me comporto perto de familiares de alguém que morreu, não consegui dizer nada. Só olhei para ele como que envergonhada de estar no seu espaço nesta hora de dor. Esta tarde assisti ao Memorial que a universidade organizou. Quando escolhi África do Sul para fazer o meu doutoramento, fi-lo porque achei que seria um privilégio poder estudar neste país. E foi. Muitas vozes dizem já não ver as cores da nação Arco-Íris idealizada por Madiba. Hoje quem tem a honra de estar nos memoriais por toda África do Sul sente que o legado do Madiba está cá. The Rainbow Nation is alive.

Ler mais aqui.